Qual a natureza e propósito da BLH ?

Respondendo os 14 argumentos esfarrapados da

Sociedade Bíblica do Brasil

para se publicar a Bíblia na Linguagem de Hoje

 

 

 

Sendo inimigo da Bíblia na Linguagem de Hoje já há 20 anos, não posso deixar de me manifestar contra ela sempre que tenho oportunidade. Essa falsificação, melhor qualificada de Bíblia na Linguagem Horrenda, foi alvo, por parte da Sociedade Bíblica do Brasil, de uma difícil defesa. O que argumentaria a SBB para justificar a criminosa versão da "Bíblia na Linguagem de Hoje"? Com esse objetivo, foi impresso pela SBB, em 1990, um livreto desencaminhador com 14 pontos intitulado "Natureza e Propósito da Bíblia na Linguagem de Hoje", que será fácil e brevemente refutado em suas falácias ponto por ponto.

 

1 Tradução Popular

 

Nenhuma tradução deve ser popular! Toda tradução deve ter o compromisso de ter linguagem nobre e ser verdadeira, ao contrário da falsa BLH que é de linguajar vulgar, infiel ao texto original porque é baseada em textos falsos, por pessoas não confiáveis (o irmão sabia que a comissão da BLH era de 50% de padres?) e pela técnica errada, resultando numa monstruosa heresia!

 

2 Tradução de equivalência dinâmica ou funcional

 

Nenhuma tradução da Bíblia deve ser de equivalência dinâmica! Essa expressão é uma mentira. Equivalência significa igual, dinâmica significa mutante. Esses conceitos são completamente opostos. Essa técnica foi inventada por um apóstata chamado Eugene Nida que não crê na Bíblia. Para basear suas heresias, ele se deu ao trabalho e arrogou-se na autoridade de mudar a Palavra de Deus! O que é a equivalência Dinâmica? É um método que não traduz as palavras corretamente, mas as interpreta. Eles não têm o menor compromisso com a gramática! Os apóstatas adoram esse tipo de perversão, pois ficam com liberdade de mentir para o leitor que ingenuamente pensa que está lendo uma tradução. Na verdade, o leitor está sendo enganado por um incrédulo que se deleita em fazer barbaridades com a Palavra de Deus. Para eles, contudo, está prometido o duro juízo em Apocalipse 22:18-19! A nós cabe fecharmos a torneira dos lucros que eles recebem! A equivalência dinâmica começou no Jardim do Éden, quando Satanás, o mentor intelectual da primeira Bíblia na Linguagem de Hoje, parafraseou a Palavra de Deus cometendo 4 perversões: pôs dúvida, adicionou, subtraiu e modificou.

 

3 O texto hebraico

 

O texto hebraico no qual a BLH se baseia é o falso! Confessado pelo livreto mencionado, o texto base do Velho Testamento da BLH é a Biblia Hebraica Stuttgartensia - BHS (1966-1967) baseada por sua vez na 3ª edição do texto de um herege chamado Rudolf Kittel (1853-1929) e nomeada de BHK em 1937 quando foi revisada por outros 2 editores incrédulos de Stuttgart, Alemanha (Albrecht Alt e Otto Eissfeldt). Esse tal de Kittel era uma racionalista alemão e portanto, apóstata. Ele acreditava na hipótese documentária de Graf-Welhausen sobre o Pentateuco. Ele não acreditava na inerrância das Escrituras. Esse texto (BHS) produzido com base no texto desse outro herético (BHK a partir de 1937), meus irmãos, não é o texto tradicional respeitado, e preservado pelos judeus como a verdadeira Palavra de Deus! Note que eles (os judeus ) e mais ninguém, é que foram apontados pelo Senhor como guardiões do Velho Testamento! Veja isso em Rom. 3:1-3. Esse texto BHS é um texto falso, que está profanado por mãos pecaminosas e desastradas de nazistas e, portanto, carrega 19 tipos de manipulações estranhas ao texto Massorético resultando em milhares de inaceitáveis de modificações! Mesmo que fosse bem traduzido, o texto Hebraico da BLH para nada aproveitaria de tão desfigurado!

 

4 O texto grego

 

O texto grego no qual a BLH se baseia também é o falso! Confessado pelo livreto mencionado, o texto base da BLH é o Novo Testamento Grego (3ª edição, 1975) das apóstatas Sociedades Bíblicas Unidas (da qual a Sociedade Bíblica do Brasil faz parte). Esse texto grego foi preparado por dois apóstatas e idólatras que viveram no século 19 chamados Westcott e Hort que eram descrentes e que por isso mesmo odiavam o texto grego verdadeiro chamado Textus Receptus. O texto falso foi desenterrado das trevas do esquecimento e desprezo. Onde esses textos estavam? Um, na lata de lixo de um monastério demoníaco. O outro, na Biblioteca do papa! Esses textos são proveniente da herética Alexandria no Egito, de onde as mais perversas corrupções doutrinárias surgiram! Eles são tão ruins que se contradizem entre eles mesmos "somente" mais de 3.000 vezes só nos evangelhos! Mesmo que fosse bem traduzido, o Novo Testamento Grego da BLH, para nada se prestaria de tão desesperadamente desfigurado!

 

5 Notas de tradução alternativa

 

Nenhuma tradução deve ter notas de tradução alternativas! Isso desencaminha a tal ponto o leitor que implanta dúvidas no coração! Eu não quero nenhuma Bíblia que fique dizendo em rodapé que tal verso "pode" ser assim ou assado! Me mostre a Palavra de Deus ou então cale a boca e vá procurar outra coisa para fazer!

 

6 Outros tipos de notas

 

A BLH insere notas de rodapé que, vindo da comissão citada certamente não merece confiança!

 

7 Exegese e interpretação

 

Nenhuma tradução deve ter interpretação! A criminosa BLH, por exemplo, substituiu a palavra UNIGÊNITO (corretamente traduzida na Bíblia CORRIGIDA) por ÚNICO em João 1:14, 1:18, 3:16 e 3:18, criando assim uma imensa heresia. Jesus Cristo é o Filho "monogenes" de Deus e nenhum outro. Todavia, Jesus não é o único Filho de Deus visto que em João 1:12 aprendemos que todos os creêm em Cristo são filhos de Deus. Veja também como os anjos em Jó 1:6 são filhos de Deus! Por falar em Jó 1:6, não consulte a BLH nesse aspecto por que nela, você não vai encontrar a expressão "filhos de Deus" em Jó 1:6, nem em Jó 2:1 nem em Jó 38:7 pois se transformaram na BLH em "servidores celestiais". A expressão no hebraico é clara, inconfundível e cristalina: "ben elohiym", "filhos de Deus"! A comissão da BLH se achou no direito de modificar o texto para justificar suas heresias. É como a situação daquele indivídulo pego na mentira, que começa a se desesperar e inventa outras mentiras até que fica numa situação RIDÍCULA. A situação se repete em milhares de palavras! E eles ainda querem empurrar essa heresia sobre os crentes, esvaziando a singularidade do Senhor Jesus Cristo como FILHO "monogenes" (UNIGÊNITO) de Deus!

 

8 Figuras de Linguagem

 

Nenhuma tradução deve tentar explicar figuras de linguagem! O leitor deve lê-las do jeito que estão e os pastores, mestres e doutores da igreja local devem explicar para os que não a entendem! A BLH quer substituir os servos de Deus no ensino da Palavra.

 

9 A voz passiva

 

Os falsos eruditos declararam que eles tem o direito de mudar o tempo verbal. Se o verbo está em certo tempo, modo, e voz, tradução deve ser fiel como fez Almeida. Implicações seríssimas advém dessas versões modernas corruptas. Jesus disse que nem um jota ou um til se omitirá da lei! Mudando-se o tempo, voz ou modo do verbo para supostamente tornar a Bíblia mais fácil, só faz com que seja corrupta, comunicando outra palavra, e não a que Deus preservou! Eles acham que podem ajudar a Deus!

 

10 Evitar ambiguidade

 

A soberba dos tradutores da BLH chegou a tal ponto que eles querem corrigir o apóstolo Paulo e Lucas! É dito em At. 20:7-12 "no primeiro dia da semana". Os sabichões, entretanto, acham isso um disparate. Eles são muito mais espertos e querem acabar com a ambiguidade! Para tal eles argumentam que outras perversões ao invés de "primeiro dia" trazem "sábado". Fazem então propaganda das mais perversas Bíblias irmãs siamesas da BLH! É o que há de pior! Good News Bible, Jerusalém (católica), Francais Courant, New English Bible... É assim: para justificar a mediocridade cita-se mais mediocridade. Assim estão muito bem acompanhados! Resumindo: Eles dão mais crédito ao que o homem fala do que ao que Deus fala! Irmão, não sustente esse povo!

 

11 Importância do contexto

 

A comissão da BLH diz que no Salmo 116 "fica esquisito" o que Deus revelou em sua palavra. Por isso eles resolveram dar uma "ajudinha" a Deus mudando a palavra yaqar (preciosa) por "fica muito triste". Isso não é tradução ! Isso é liberdade de interpretação e ainda por cima falsa! Veja o contexto onde a palavra yaqar é usada e veremos que preciosa é a tradução correta!

"Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos" (Sl. 116:15 ACF)

 

É sempre assim, onde os espertos se acham superiores a Deus, acabam sempre envergonhados!

 

12 Justificação - aceitação

 

A doutrina da justificação foi severamente atacada pela BLH. A comissão não gosta dessa doutrina e por isso despreza o contexto da linguagem forense do apóstolo Paulo desfigurando-a a um mero "agora que já fomos aceitos..." A BLH presta um serviço contra os pregadores fiéis da Palavra. Quando alguém lê a Bíblia, não se deve estar interessado em nenhuma interpretação humana! Mesmo que seja a interpretação de um bom homem de Deus. Ali deve conter apenas e tão somente a Palavra de Deus. O ofício de intérprete não deve ser subtraído dos mestres e pastores que pregam a palavra na igreja local.

 

13 Virgem

 

A palavra grega parthenos ocorre 13 vezes no Novo Testamento e só pode ser traduzida por virgem! Os traidores da BLH querem uma brecha para outro significado! Em Mateus 1:23, em qualquer tradução verdadeira, a palavra virgem (parthenos) é usada ligando-a como citação à Isaías 7:14 que explica o significado de almah no hebraico restringindo-a unicamente a VIRGEM! Nesse verso em Isaías, a BLH traduz criminosamente a palavra virgem por jovem, abrindo uma brecha para a heresia que ataca o nascimento virginal de Cristo! Vejamos o texto em Is. 7:14:

"Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá..." (Is. 7:14 ACF)

Pergunte-se: Se não for virgem e simplesmente uma "jovem" como querem os hereges da BLH, que sinal seria esse??? Cerca de 200 mil jovens mulheres dão à luz todos os dias nesse planeta! Não há nada de extraordinário nisso! Nenhuma delas concebeu sem semente de homem!

 

14 O sangue de Cristo

 

O sangue de Jesus Cristo, em si mesmo, tem valor expiatório e remidor! Fomos resgatados "...com o precioso sangue de Cristo" (1Pe. 1:19). Os criminosos da palavra, entretanto, subtraíram a palavra sangue (haima) em 9 ocorrências a saber:

·  1ª     Rm. 3:25,

·  2ª     Rm. 5:9,

·  3ª     Ef. 1:7,

·  4ª     Ef. 2:13,

·  5ª     Cl. 1:20

·  6ª     Hb. 10:19,

·  7ª     Hb. 13:20,

·  8ª     Ap. 1:5 e

·  9ª     Ap. 5:9.

 

"Nessas ocorrências, a palavra haima foi criminosamente omitida e substituída de acordo com o seus próprios arbítrios por "morte"! Com que autoridade fizeram isso? De Deus é que não foi, prezado irmão! Não há um só manuscrito nesse planeta terra que possua morte ( grego thanatós) naquelas ocorrências! Eles estão mentindo para o leitor e interpretando segundo as suas falsas doutrinas! Sabe por quê? Porque eles odeiam o sangue de Cristo. Quando eu leio a Palavra de Deus, não quero saber de interpretação de senhor ninguém! A mutilação da palavra sangue, remove a fonte da Redenção de Deus, agradando e concedendo espaço para o bando de abutres liberais, modernistas e apóstatas. Eles, que têm desprezado o sangue de Cristo pelos séculos, agora encontram também na BLH uma aliada!

 

"Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo;" (1 Pe. 2:2 ACF)

 

Vez por outra uma mãe não possui leite de boa qualidade para amamentar o seu filho. Tal leite é inferior, os ingrediente de nutrição ficam faltando e o bebê não cresce e pode até morrer. O apóstolo Pedro nos alerta para a possibilidade da Palavra se misturar com algo parecido, porém falsificado, comprometendo o crescimento.

 

CONCLUSÃO

 

A BLH, que nasceu no coração de homens ecumênicos, está saturada de expressões da Nova Era, linguagem macia (politicamente correta) e indução a doutrinas falsas. Sob a desculpa medíocre de popularizar o texto, as doutrinas da realidade do Inferno, Infalibilidade da Bíblia, e perfeição de Deus, são severamente atacadas. As omissões contam-se às centenas, as adições danificam criminosamente o sentido do texto sagrado. Pela sua inclinação ecumênica (50% da comissão era de padres - possui também o Imprimatur - que significa: "imprima-se" em latim) esta obra significa mais um passo na direção da apostasia dos protestantes em direção aos braços da religião Católica Romana. A BLH não é a Palavra de Deus e os crentes sérios que zelam pela verdade devem rejeitar essas heresias e "batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos" (Judas 3).

O livreto aqui analisado é repleto de argumentos inválidos. Na tentativa de justificar a BLH, se ataca a versão de Almeida Corrigida. Agora vem a pergunta: Se a tradução de Almeida é tão deficiente que precisou uma nova tradução com linguagem mutilada e medíocre "para o povo", porque a Sociedade Bíblica do Brasil ainda vende a Corrigida (ainda que meio capenga)? Sabe porque irmão? É porque ainda é uma das Bíblias mais vendidas (senão a mais vendida) e eles não querem perder essa "fatia"!

A conclusão é que não se pode honestamente confiar em uma Sociedade Bíblica que produz Bíblias tão radicalmente diferentes: Compare a Atualizada com a BLH e com a Corrigida (da SBB)! As três estão tão distantes entre si como o céu da terra! É impossível que as 3 sejam a Palavra de Deus! No mínimo, o leitor inteligente conclui que DUAS NÃO SÃO!

 

A PURA PALAVRA DE DEUS EM PORTUGUÊS SE REFLETE NA ALMEIDA CORRIGIDA E FIEL QUE ESTÁ BASEADA NO TEXTO RECEBIDO E MASSORÉTICO !

 

"E se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, que estão escritas neste livro." (Apoc. 22:19 ACF)

 

BIBLIOGRAFIA

A Bíblia Sagrada - Edição de Almeida Corrigida e Fiel, Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil

A BÍBLIA TRAÍDA, Pr. Aníbal Pereira Reis,1976

NO CONTEXTO DO FIM, Pr. Samuel Berreto, 1999

MODERN BIBLE VERSIONS, David W. Cloud, 1994

THE LIVING BIBLE, BLESSING OR CURSE, David Cloud,1991

Bíblia na Linguagem de Hoje da SBB, 1988

 

Elaborado por: JPMA

 

 

Versões Bíblicas

 

Home