Fraudes evolucionistas!

Uma crítica ao sistema religioso evolucionista.



A teoria da evolução seria melhor designada como religião, pois se baseia em crenças! Não que crenças sejam condenáveis, muito pelo contrário. O problema de uma determinada crença é que, quando não se baseia em fatos, ela se torna em mera seita. Sem os elos (perdidos) e desesperados pela falta de evidências, os pais do evolucionismo tiveram brilhantes idéias!

Inventaram as evidências !

Vamos refrescar a memória? Citemos 3 exemplos escandalosos.

 

1.Homem de Piltdown.

 

Fig. 1. Homem de Piltdown: Reconstituição do "elo" perdido: Fraude vergonhosa de uma ciência falsa que, como hoje, é manipulada por inescrupulosos evolucionistas. De modo arrogante eles povoam as faculdades e universidades, arrebanhando milhares de adeptos que pensam que a seita evolucionista é um fato comprovado.

Fig. 2. Vista frontal do crânio do Homem de Piltdown: Note que a parte branca é reconstituição artística. Os ossos (cor escura) foram fraudados. É... cientista também mente!

Fig. 3. Acima, nota-se a vista lateral a 45º da face direita do crânio do Homem de Piltdown: Note que neste lado, o direito, foi no qual a mandíbula foi "encaixada".

Para resumir, em 1912 uma gangue de fraudulentos, querendo ganhar notoriedade e explorando a crendice de uma sociedade apóstata que queria acreditar na evolução de qualquer jeito, inventou um homem macaco chamado Piltdown. Os mentirosos juntaram um pedaço de crânio humano (datado posteriormente como tendo apenas 650 anos) com a mandíbula de um macaco. Os dentes foram lixados e tudo tratado com substâncias químicas para parecer objeto fossilizado. Depois de 40 anos exposto no museu britânico e 90 teses de doutorado dos eruditos ateus, a fraude veio à tona. Que vergonha, que escândalo, que palhaçada! É só dar tempo suficiente, que todas as falsas evidências da evolução se desmancham como pó!

Fig. 4 - Dos fragmentos fraudados, foi produzida esta escultura: O Homem de Sussex. Uma criatura que só existe na cabeça dos evolucionistas ! Abaixo, a gangue trabalhando. De branco: Arthur Keith

 

 

Fig. 5 Os cientistas não são sempre lúcidos e imparciais. A prova disso está na foto acima: uma verdadeira gangue sem compromisso com a verdade, forjando a "prova" de um elo perdido (homem de Piltdown) que foi aceito sem exame por uma sociedade apóstata que queria, como hoje, aceitar uma filosofia anti-Deus! Da esquerda para a direita atrás: Barlow, Elliot Smith, Dawson, Woodward. Na frente da esquerda para a direita: Underwood, Arthur Keith, Pycraft e Lankester.

 

Fig. 6 -Dentes fraudados e lixados. O antropólogo e jesuíta Teilhard de Chardin (1881 - 1955), místico, esotérico oriental e evolucionista, era cúmplice da gangue e estava envolvido até o pescoço com esta fraude! Dentes de elefante e hipopótamo achados no local da "descoberta" ( Piltdown, Inglaterra) eram na verdade provenientes de Malta e da Tunísia, onde Chardin colecionava espécimes entre 1905 a 1908. Foi Chardin que "achou" o canino crucial .

 

2.Homem de Neanderthal.

 

 

Fig. 7 - Descoberto em 1859 na cidade de Neanderthal, Alemanha, este suposto ancestral do homem na cadeia evolutiva não passa de um homem comum. Possuia uma capacidade craniana maior que o homem atual. A média é 1500 cc e o Neanderthal possuia 2.000 cc. Mas isso prova o quê? Há variações de volume e de formato entre as diversas raças que estão dentro da mesma espécie humana! O homem de Neanderthal tinha uma doença nos ossos chamada de osteoartritis, causada pela deficiência de vitamina D na sua alimentação. Ele era igual a qualquer um de nós!

 

3. Homem de Nebraska.

 

 

Fig. 8 - Esta figura acima mostra a vista em 4 ângulos diferentes de um mesmo dente. Este dente pelo poder miraculoso da evolução se transformou na criatura abaixo:

 

Fig. 9 - Desenho do Nebraska Man, feito por Amedee Forester e publicado da revista Illustrated London News em 1922

Não é lindo isso? Inventaram uma piada sobre esta palhaçada dizendo que se os evolucionistas achassem o esqueleto completo do homem de Nebraska, certamente iriam montar todo o álbum de família!

Agora a verdade: De um dente, montaram a mandíbula. Da mandíbula, montaram o crânio. Do crânio, montaram o esqueleto. Do esqueleto, fizeram pele, cabelo e até a sua namorada ou esposa (agachada no desenho). Fizeram a famosa exposição sobre a evolução em Dayton, Tennessee, chamada de Scopes Trial, quando o Homem de Nebraska foi apresentado como prova incontestável da evolução. Quando William Jennings Bryan protestou contra os argumentos apresentados e pela insuficiência, riram-se dele ridicularizando-o. Em 1927 descobriram a fraude: O dente era de um porco chamado Peccary.

 

A VERDADE !

O ser humano foi criado diretamente por Deus no sexto dia da criação. O homem é distinto dos animais em vários sentidos:

Só o homem é feito à imagem e semelhança de Deus

Só o homem é espiritual

Só o homem tem responsabilidade moral

Só o homem se relaciona com o Criador

O homem dará conta a Deus um dia e certamente o reconhecimento de Deus como Criador é o começo de um relacionamento honesto com Ele. Não deixe que a seita da evolução roube isso de você, pois no dia do Juízo nenhum evolucionista vai estar lá para ajudá-lo!

Só Jesus Cristo , o Homem-Deus pode ser o seu mediador!

 

"Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem" 1 Tim 2:5

 

QUER PESQUISAR MAIS?

LINKS INTERESSANTES:

http://www.icr.org

www.creationresearch.org





Elaborado por: JPMA


Menu Criacionismo

Menu principal