Janela Fortaleza

Que "evangelho"  é esse?!

    

"E disse aos discípulos: É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem! Melhor lhe fora que lhe pusessem ao pescoço uma mó de atafona, e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequenos. (Luc. 17:1-2 ACF)


Em agosto de 1998, aconteceu  no Nordeste um evento mundano chamado "Janela Fortaleza" que escandalizou profundamente os crentes genuínos daquela cidade e foi motivo de escárnio até entre descrentes. Sob a desculpa esfarrapada de ganhar pessoas para o "evangelho", verdadeiras insanidades nunca vistas, afrontaram o testemunho cristão, mesmo para os padrões de apostasia dos  dias do fim em que vivemos. Sob o pretexto de "evangelizar" houve, na verdade,  muita carnalidade e sensualidade, tudo em nome de um "cristianismo". Mas,   QUE EVANGELHO É ESSE? Talvez as insinuações das apostasias da JOCUM (patrocinadores) misturados com a Rede Ministerial,  moda iniciada na apóstata Willow Creek Community Church (Chigaco, USA), respondam por isso. "Dê ao povo o que o povo quer"... "deixe o povo exercer os dons..." Mas, que dons são esses? Será o dom de se rebolar usando shorts? Ou o dom de se tatuar e mostrar a língua no palco? As imagens estão aí! Um circo Neo-Evangélico. Uma mensagem que não transforma ninguém, uma tristeza e uma vulgarização que faz comover qualquer crente nascido de novo. Não precisamos todavia, ficar deprimidos, pois a nossa "...redenção está próxima..." (Luc. 21:28). Esse falso evangelho é evidente. E o pior: a AIDS espiritual das pessoas, que não têm mais defesas contra essa pedra de tropeço, são provas incontestáveis da iminência do arrebatamento (1Tes. 4:13)!

 

       

       

A seqüência de gestos do "dom" da dança sensual da "rede ministerial"

 

       

Muita sensualidade, requebrados e gestos indecentes, semelhantes aos executados por mulheres descrentes de conjuntos de "axé music" que expõem seus corpos em poses escandalosas e em trajes minúsculos, gesticulando insinuações pecaminosas!


        

Grupo de dança de mulheres "crentes" usando shorts em exibições impuras e em poses insinuantes, abrindo as pernas em público, o que em nada tem a ver com a sinceridade do culto verdadeiro a Deus, demonstrado pela modéstia, e discrição de santas mulheres e moças de Deus que sabem que seus corpos são templos do Espírito Santo e devem ser santificados com muito cuidado!

      


      

Com os quadris ao ritmo Havaiano, rebolados e sorrisos sensuais se apresentam...Esse evento acima se deu em João Pessoa. Isso é coisa de crente?! Na verdade é uma blasfêmia contra Deus. É o paganismo puro!


"Os seus sacerdotes violentam a minha lei, e profanam as minhas coisas santas; não fazem diferença entre o santo e o profano, nem discernem o impuro do puro;..."     (Ezequiel 22:26 ACF )


                 

À esquerda, rebolados. No centro, o "forró gospel" com requebrados após o grito carismático e frenético de "...Oooooohh! Glóoooriaaaa! À direita, mãos erguendo uma jovem em pose muito semelhante à ioga. Condenando ou endossando? Se é condenando, porque imitar?



                 
Manuseando fogo. Exibição de bicicletas e skates. Exibição de "força".


                

Acima, entortando ferros. Três cenas com a língua de fora. Note na foto do centro e da direita, como os rostos imitando tatuagens (pintados?). Quanta insanidade, quanto desperdício de tempo! Que tragédia é essa Rede Ministerial !



                 



"Lançaram fogo no teu santuário; profanaram, derrubando-a até ao chão, a morada do teu nome." (Salmos 74:7 ACF)


Ensinos Anti-Bíblicos