O QUE É UM CRISTÃO FUNDAMENTALISTA ?

Surpresa! Você amigo, quer queira, quer não, é um fundamentalista!

Definição:

Fundamentalismo no sentido geral, significa um conjunto de crenças que se baseia nos fundamentos. Isso por si só não é nenhuma virtude, uma vez que existem várias crenças e filosofias que são fundamentalistas, porém contruídas no fundamento ERRADO. Isso é o mesmo que ter NENHUM fundamento, pois o desastre será o mesmo. É necessário ser fundamentalista, porém edificado sobre o fundamento CORRETO. Veja o que o Senhor Jesus Cristo, disse sobre isso em Mateus 7:24-25:

 

24 Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;

25 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.

 

Fundamentalismo Bíblico:

No fundamentalismo bíblico, o fundamento é o conjunto de crenças que está registrado na Bíblia, a Palavra de Deus. O próprio Senhor Jesus Cristo é chamado de A Rocha ( grego "petra", Mat. 16:18, Ef. 2:20, Rom 9:33), O Fundamento ( Cor. 3:11), A Palavra (João 1:1, Apoc 19:13). A importância do fundamento correto pode ser verificado também nos seguintes versículos: Sal 11:3, Prov 10:25, 1Tim 6:19, 2Tim 2:19, Heb 6:1, Heb 11:1 e muitos outros. Até aqui já sabemos que todo o crente genuíno é OBRIGATORIAMENTE um fundamentalista no sentido bíblico.

 


Fundamentalismo Histórico:

O fundamentalismo como movimento recente, surgiu em várias fases, iniciando no século 19 e se estruturando no início do século 20, como uma reação à avalanche de heresias que invadiram as igrejas cristãs. Satanás estava furioso com o retumbante movimento missionário que varria o globo pela instrumentalidade dos crentes ingleses e norte-americanos, levando a Palavra de Deus, na tradução King James, aos confins da terra.

Por falar em Bíblia, "...os fundamentalistas do passado e presente sempre amaram e amam a Bíblia King James." Ela tem sido a Bíblia do Fundamentalismo Americano e continuará a ser. (The Fight for Fundamentalism, Dollar, pg. 178).

Os "Fundamentalistas históricos têm sempre usado a King James..." (The Fight for Fundamentalism, Dollar, pg 180).

(Os que se desviaram dessa posição, não têm, portanto, o direito de se identificarem como Fundamentalistas)

Indo mais adiante vejamos essa citação:

"Despite the abundance of modern translations, or perhaps because of them, the King James Version of the Bible is still by far the best-selling book in the English-speaking world. Most English-speaking Baptist families have three or more copies of that one translation - in addition to whatever copies of other versions they may have. Most Baptist preachers still preach from the King James Version."

(Baptists and the Bible - L. Russ Bush and Tom Nettles, Moody Press, 1980, p. 406)

Tradução:

"Apesar da abundância das traduções modernas, ou talvez por causa delas, a Versão King James da Bíblia é de longe o livro mais vendido no mundo de fala inglesa. A maioria das famílias Batistas do mundo de fala inglesa tem três ou mais cópias dessa única tradução - em adição às outras que porventura possam ter. A maioria dos pregadores Batistas ainda pregam da Versão King James."

Nota: Esse livro tem a foto da Bíblia King James na capa e o prefácio é de W. A. Criswell, que editou uma Bíblia de estudo cujo texto é o da King James.

Outro destacado fundamentalista declarou:

"I don't know of a fundamentalist anywhere who does not believe in, and preach from the King James Bible."

( Dr. James A. Zaspel, What is a Fundamentalist?, p. 16, Sermon at the 4th. Annual Congress on Fundamentalism, October 1977)

Tradução:

"Eu não conheço um só fundamentalista, em qualquer lugar, que não creia e não pregue da Bíblia King James."


Satanás começou, então, a mover os seus servos. O racionalismo alemão, o evolucionismo, a crítica textual diabólica de Westcott e Hort, as filosofias satânicas, e outras catástrofes teológicas foram derramadas sobre as igrejas. Esses dardos de Satanás precisavam ser rechaçados! Como contra-ataque do povo de Deus, foram elaborados juntamente com outros documentos, os 5 pontos iniciais do FUNDAMENTALISMO, que foram abraçados de imediato pelas igrejas batistas fiéis da Inglaterra e dos Estados Unidos, atestado por milhares e milhares de batistas e crentes de outras denominações.

 

Declaração de fé simplificada do movimento FUNDAMENTALISTA:

 

  1. A INERRÂNCIA, INFALIBILIDADE, SUFICIÊNCIA, INSPIRAÇÃO E PRESERVAÇÃO DA BÍBLIA
  2. SOBRE JESUS CRISTO: NASCIMENTO VIRGINAL, DIVINDADE, EXPIAÇÃO VICÁRIA, RESSURREIÇÃO CORPÓREA E SEGUNDA VINDA
  3. PREMILENISMO
  4. HISTORICIDADE DOS MILAGRES
  5. SEPARAÇÃO: DOS APÓSTATAS, E DOS ECUMÊNICOS



    Vejamos essa declaração resumida sobre o fundamentalismo:

    "Entre 1875 e 1914, o fundamentalismo, que nada mais é do que a crença na Bíblia e a pregação do cristianismo autêntico, cresceu em várias localidades espalhadas como ensinos e pregações ortodoxas, ao invés de um movimento organizado. Institutos Bíblicos como o fundado em Chicago em 1886 por Dwight L. Moody, floresciam reestabelecendo ensinos ortodoxos que haviam sido obscurecidos por escolas apóstatas como Harvard, Yale e Princeton contaminadas pelos herejes racionalistas alemães. Na medida em que os Estados Unidos entravam no novo século, um crescente número de pessoas corriam para aceitar Jesus Cristo nas conferências fundamentalistas, onde aprendiam o que a Bíblia diz sobre o final dos tempos e sobre a segunda vinda de Cristo. O movimento fundamentalista tem sua ligação indissolúvel com o dispensacionalismo, odiado pelos liberais que alegorizam a Bíblia. Os líderes fundamentalistas se baseavam não só nas conferências de reavivamento, onde milhares se convertiam, mas também na palavra impressa, publicando Bíblias (King James é claro), folhetos e periódicos em número cada vez maior. O mais notável projeto foi o famoso "The Fundamentals" (Os Fundamentos), lançado em Los Angeles por dois empresários crentes chamados Lyman e Milton Stewart. Esse empreendimento consistiu em 12 volumes publicados entre 1910 e 1915 e continham 90 artigos sobre Bíblia e assuntos correlatos. Cerca de 3 milhões de cópias foram impressas e estão disponíveis até hoje como uma excelente referência sobre defesa da fé cristã. Somente depois de 1919 foi que o fundamentalismo se tornou mais organizado. Naquele ano, 6 mil pessoas assitiram à primeira Conferência Mundial dos Fundamentos Cristãos (World's Christian Fundamentals Association Conference) em Philadelphia."

 

O BATISTA QUE NÃO É FUNDAMENTALISTA ESTÁ EM SÉRIOS APUROS!

ELE ESTÁ DESPROTEGIDO E TOTALMENTE VULNERÁVEL AO ESPÍRITO DEMONÍACO QUE

INFLUENCIA OS ERUDITOS MODERNOS,

OS LÍDERES DENOMINACIONAIS E

OS SEMINÁRIOS APÓSTATAS DE HOJE

 

Talvez, o repúdio ao fundamentalismo seja um dos diversos motivos da triste, espetacular e notória

Decadência da CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA!

JPMA

Mar. 2001



CLICK EM QUALQUER LINK ABAIXO PARA ACESSAR SITES FUNDAMENTALISTAS:

Igreja Batista de Catanduva

Bible for Today

Jesus is Lord

Dean Burgon Society

Way of Life Literature

Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil

 


Menu Versões Bíblicas

 

Home