Queda da Convenção Batista Brasileira:
Casa afundando na areia da apostasia!

Parte 8: O Feminismo desenfreado da Convenção Batista Brasileira

O espírito de JEZABEL





Feminismo: Ver o artigo "Só faltava essa! Mulheres Pastoras..."

Se constata claramente a rebeldia de centenas de mulheres que pressionam homens desmoralizados permitindo a liderança feminina sobre homens na Convenção Batista Brasileira, fato que viola frontalmente a Bíblia.
Isso é comprovado pela existência de:


1. "Diaconisas": Não há uma só "diaconisa" na Bíblia!

2. "Pastoras": Não há uma só "pastora" na Bíblia!

3. "Ministra": Não há uma só "ministra" na Bíblia!

4. "Regente": Não há uma só regente congregacional nem de coro na Bíblia!



Por que não há? Porque a Bíblia proíbe categoricamente a liderança feminina na igreja! A Bíblia é clara ao ensinar que o homem (macho) é para liderar e a mulher para se submeter. Isso é uma bela tipologia do relacionamento entre Cristo e a igreja. Essa rebelião pecaminosa, significa resistir ao próprio Deus, significa destruir a figura de comparação que Ele mesmo estabeleceu, significa esfriamento espiritual (esfriamento espiritual pode perfeitamente se cumprir em templos lotados) pela negligência desrespeito e afronta contra a Bíblia, a Palavra de Deus. Todas as demais áreas da igreja rebelde que adotar essa apostasia gravíssima sofrerão mortalmente, pois Jesus mesmo disse que um pouco de fermento leveda toda a massa.

Somente o fato desse assunto ser sido trazido repetidas vezes à pauta de diversas Convenções anuais, já revela a rebelião, falta de discernimento, falta de espiritualidade e falta de liderança dos homens desmoralizados que não vestem as calças da liderança! O fato de um plebiscito ter sido realizado dentro de um dos maiores seminários da CBB revela a incompetência doutrinária, modernismo e heresias que inevitavelmente tranformarão dentro em breve essa Convenção em nada mais do que destroços sem a menor unção divina.



Outro excelente artigo expondo a heresia de mulheres pastoras na SBC.


Ensinos Anti-Bíblicos