Piadas de Ateus


- - - - Na classe - - - -

A nova professora chega na classe e diz:

- Crianças, já vou logo dizendo que eu não acredito em Deus! Quem é ateu também levante a mão!

Como sabemos que crianças às vezes concordam com tudo, especialmente quando não querem ir contra uma nova professora, quase todos levantaram a mão. Quase todos, menos uma corajosa menininha.

- Ei você aí, disse a professora, por que você não levantou a mão?
- Eu sou crente, professora!
- Ah, é? Então me diga por que você é crente?
- Fácil professora: papai é crente, mamãe é crente e eu também sou crente.
- Menina, essa foi a explicação mais burra que já ouvi em toda a minha vida. Se por acaso seu pai e sua mãe fossem retardados, o que é que você seria???
- Eu acho que eu seria ateísta, professora...


- - - - Prova científica - - - -

Um aluno de faculdade estava na aula de filosofia a qual prosseguia numa discussão sobre a existência de Deus (assunto preferido dos ateus). O professor, doutor em filosofia em Sorbone, Paris, marxista doente, despejava o seu veneno, seguindo sua "irrefutável" lógica:

- Alguém nesta sala, por acaso, ouviu Deus? Ninguém dá uma palavra...
- Alguém nesta sala, por acaso, tocou em Deus? Ninguém dá uma palavra...
- Alguém nesta sala, por acaso, viu Deus? Depois de, pela terceira vez, ninguém dar uma palavra, ele simplesmente prossegue:

- Então não há Deus...

Um aluno pensa por um segundo e então diz:

- Com licença, mestre?

Curioso para ouvir a réplica desse ousado aluno, o professor permite a participação e diz:

- Sim, prossiga meu filho.

O aluno se levanta e se dirige aos colegas perguntando:

- Caros colegas, alguém nesta sala, por acaso, já ouviu o cérebro do nosso professor?
(silêncio total... enquanto o professor engole seco)

- Caros colegas, alguém nesta sala, por acaso, já tocou o cérebro do nosso professor?
(silêncio total...)

- Caros colegas, alguém nesta sala, por acaso, já viu o cérebro do nosso professor?
(silêncio total...)

Quando ninguém ousou responder ou falar de tão atônitos, o aluno concluiu:

- Então, caros colegas, de acordo com a lógica do nosso professor, deve ser também verdade que o nosso professor não pussui cérebro...

- Bem... disse o professor, vamos mudar de assunto...





- - - - The Blind Men and the Atheists (1990) - - - -



Two blind men argued into the night

About the great question: “Is there really sight?”

Said one to the other (and quite fervently),

“There cannot be colors or else we could see!

So take red and green and blue off the list.

If I cannot see them, they must not exist."

A crazy man told me the sky is bright blue.

I listened intently, but I caught no clue

Of anything out there to alter my mind.

I’m not deaf you know; I hear perfectly fine.

Be quiet and listen, and then you will know

That colors aren’t real — How dare they say so!

They tell me that grass is some sort of green

It looks like the rest of the world that I’ve seen!

It tastes a lot different than jelly or cheese.

If I smell it too long, it sure makes me sneeze.

But to say that it’s green?

I’d have to say no,

I will not believe it, until I have seen.

There isn’t a difference ‘twixt red, blue, or green!

And so the men argued, with all of their might,

And I couldn’t show them that, they were not right.

They cannot see colors, because they are blind!

So I couldn’t get the truth in their minds.

Until they are given, the great gift of sight,

Never, not ever, will they “see the light.”

John 12:46





Menu Criacionismo