Porque não sou Comunista

O Comunismo à luz da Bíblia



Introdução.
Breve histórico do comunismo
Não sou comunista porque o comunismo é anti-homem!
Não sou comunista porque o comunismo é anti-Deus!
Não sou comunista porque o comunismo é anti-Bíblia!
Conclusão


INTRODUÇÃO

Muitos “cristãos” atuais, se engajam em ideologias ou partidos políticos, sem pensar nos princípios da palavra de Deus que devem nortear tudo o que o crente faz ou defende. Tal atitude de ignorância e de desprezo pelos valores de Deus, são os inequívocos sinais da iminente vinda de Cristo. O comunismo, uma das mais bem sucedidas armas satânicas dos últimos tempos, tem levado milhões de almas para o inferno, pregando o ateísmo e o materialismo, doutrinas vindas diretamente do seu idealizador maior: Satanás. Tais fatos, desprezados deliberadamente pelos apóstatas rebeldes, não são suficientes para que se rejeite este modelo de sociedade que já se demonstrou sobejamente anti-homem anti-Deus e anti-Bíblia, senão começemos por um breve histórico:

BREVE HISTÓRICO DO COMUNISMO:

Em 1818, nasce um alemão judeu chamado Karl Marx, que escreveu duas obras com a ajuda de um amigo, Friedrich Engels: “O Manifesto Comunista” (1848) e “O Capital” (1867). Para economizarmos tempo, o resumo de todas as anseiras destes dois livros é:

1. O estado deve ser o dono de todos os meios de produção.
2. Sob o Comunismo, (=Socialismo) não haveria pobreza ( piada...).
3. Sob o Comunismo, a humanidade realizaria todos os seus sonhos.
4. Por conseguinte, o homem não precisaria mais de religião que é o “ópio do povo”.

No seu livro Marx e Satã, Richard Wurmbrand, após extensas pesquisas, declara com provas irrefutáveis a relação entre Marx e o ocultismo satanista. Esse cínico e enganador, quando se referia à religião queria dizer cristianismo, porque na verdade ele era muito religioso baseando suas teorias em experiências ocultistas com o próprio demônio. Em 6 de Novembro de 1917, após a morte de Marx e Engels, Vladimir Lenin, um impiedoso assassino, desencadeou a revolução Comunista, que matou milhões de pessoas na Rússia. Tão catastrófica foi tal revolução, que apenas 4 anos depois, o país entrou em colapso frente a possibilidade de 170 milhões de pessoas morrerem de fome! Setenta anos depois, o Comunismo, se depara com um saldo catastrófico de milhões e milhões de mortos e torturados através das inúmeras guerras, guerrilhas, revoluções e desgraças que desencadeou, sendo ironicamente, a maior vítima do seu próprio veneno, despedaçando-se espetacularmente, frente a falência e desolação econômica dos países que o adotaram. Mesmo hoje (2003) milhões de russos vivem à beira da miséria com o orçamento "maravilhoso" de apenas 1 dólar por dia!

"Proletários do mundo... me perdoem" - Karl Marx
(Pixação sarcástica encontrada numa estátua em Moscow em 1991)


Vejamos o que disse com muita lucidez, Winston Churchill (1874-1965), um homem que nem mesmo crente era, mas que foi testemunha ocular das insanidades comunistas e socialistas da primeira metade do século 20:

"O socialismo é o evangelho da inveja, o credo da ignorância, e a filosofia do fracasso."

Muito antes de Churchill, Benjamim Franklin (1706-1790), um brilhante estadista e cientista Norte-Americano também repudiou por completo a falácia do estado socialista:

"...quanto mais provisões públicas sejam feitas para os pobres, menos eles produzem para si mesmos, e é claro, se tornam mais pobres ainda..."

Já se disse ainda com muita propriedade:

"Sob o capitalismo você tem distribuição desigual de riqueza, é verdade, mas sob o socialismo você tem distribuição igual de miséria, tirania e insanidade mental."

"Na medida em que um governo faz mais e mais, se requer dos indivíduos que façam menos e menos. O socialistas dizem: “Se as pessoas forem pobres, o governo deve alimentá-las, se elas não têm casa, o governo deve construir para elas. Se os criminosos não são responsáveis por seus atos, então a resposta não é prisões, pena de morte, nem punição, mas 'educação' (socialista, humanista e governamental) e programas sociais.”

É claro que isso viola a Bíblia e não dá certo!

O COMUNISMO É ANTI-HOMEM

O saldo de 70 anos do comunismo é incontestável: Dezenas de milhões de mortos, milhões de torturados, milhões de deportados, milhões de presos, milhões de famintos.

Vladimir Lenin (1870-1924): Esse líder dos Bolsheviks, a gangue de endemoninhados da Revolução comunista de 1917, foi um dos mais brutais e covardes assassinos da humanidade lança seu olhar arrogante, tendo nas suas costas milhões de homicídios e a invenção dos campos de concentração (destino de todos os que se opõem aos "argumentos" comunistas), onde as pessoas eram torturadas até a morte.

Joseph Stalin (1879-1953): Esse outro tirano impiedoso, um lixo de ser humano, um dos mais brutais e talvez o maior assassino da história, tão fascínora quanto Hitler, foi o responsável por milhões de mortos, e deu continuidade ao comunismo na Rússia, após a morte de Lenin em 1924. Esse ímpio cheio de demônios, tornou a Rússia numa das mais pavorosas nações da história, onde a vida humana não valia nada sob o malígno comunismo, que massacrava dezenas de milhões de pessoas. Populações inteiras da Ucrânia e outras províncias eram enviadas escravizadas para a Sibéria para trabalhos forçados em acampamentos pavorosos. Elas eram socadas em vagões de trem, não tinham nada para se aquecer e muitos milhares congelavam até a morte antes de chegar ao destino de terror. Talvez fossem mais afortunados dos que os sobreviventes, em vista dos horrores que os esperavam. Os que resistiam eram simplemente executados e enterrados em valas comuns. Nos campos de concentração de trabalho escravo, essas pessoas trabalhavam no frio mortal da Sibéria, sem cuidados médicos, sem comida, sem roupa de frio e sem esperança. Os comunistas se gabavam até de não poderem mandar mais prisioneiros escravos por falta de vagões de trem.


Leon Trotsky (1879-1940): Outro comunista criminoso, ídolo de muitos "intelectuais" políticos. Para se ter uma idéia da insanidade e "caráter" desse comunista, ele foi o eleito para suceder Lenin. Stalin, porém, depôs Trotski em 1927. Em 1940 Trotski foi assassinado por um "camarada" - tudo farinha do mesmo saco marxista (eles se merecem). Menos um fascínora no mundo...


O comunismo provocou guerras incontáveis e produção de armamentos mais do que comida. Enquanto isso, os líderes comunistas se banqueteavam nas mais escandalosas opulências. Revire-se as histórias que se descobrem nos países que se livraram da praga comunista. Vejamos essa declaração:

"A História deu razão a Jesus Cristo e desmentiu Marx. Veja aí a lista de nações com melhor qualidade de vida do mundo. Pegue as vinte melhores. Todas seguem Cristo e não Marx. O Japão não é cristão e está lá. Religiosamente o Japão não é cristão mas filosoficamente é cristão sim. Filosoficamente o Japão é mais cristão que o Arcebispo D. Paulo Evaristo Arns. Das poucas nações governadas por marxistas no mundo nenhuma chega sequer ao 60º lugar das nações com melhor qualidade de vida. Todas as 20 melhores nações do mundo com o melhor IDH ou índice de qualidade de vida:

a) Respeitam a propriedade privada.
b) Separam o estado da Religião.
c) Limitam o poder do estado.
d) Tem um setor público longe de ser gigantesco.
e) Respeitam a liberdade de culto.
f) Proíbem o roubo.
g) Proíbem o assassinato.
h) Tem todas lideranças inimigas de quem se diga marxista.
i) Não estão e nunca estiveram sob governos marxistas. Sim, parte da Alemanha esteve sob as botas do Kremlin, mas era minoria.
j) Nunca passaram por revoluções comunistas. O caso alemão está descrito acima.
k) Tem, e há tempos, partidos ditos "comunistas" ou "marxistas" inexistentes ou insignificantes.
l) Põem fora da lei quaisquer grupos que queiram fazer o que o MST faz rotineiramente no Brasil.


Enquanto isto todas as nações sob governos "comunistas" ou "marxistas" foram sempre o mesmo: tiranias miseráveis com um povo miserável e uma pequena elite marxista cercada de privilégios e vícios. Não foi por acaso que parlamentos, grandes navegações, industrialização, voto universal, alta qualidade de vida surgiram primeiro nas nações que ouviram os ensinamentos de Cristo. Quem aplicou os bestiais ensinamentos de Marx colheu frutos bem diferentes. Das depressões da Etiópia ao Himalaia chinês (tibetano se preferir) das neves da Sibéria Soviética às selvas de Angola. Em todas as culturas, raças, climas, os bestiais ensinamentos de Marx deram no mesmo: tiranias brutais, miséria em massa, fome generalizada para os proletários e imensos privilégios para alguns poucos, matança em massa, salários miseráveis para os proletários e imensas riquezas para os marxistas. Há atualmente menos de sete nações do mundo cujos líderes se dizem marxistas ou algo parecido e todas são pobres. Todas pagam salários miseráveis a seus operários. As idéias aplicadas de Jesus garantiram a prosperidade, a liberdade, a Democracia, o desenvolvimento. As idéias de Marx aplicadas não deram em nada mais que tirania, miséria, atraso, guerra, falsidades e escândalos. Não há nenhuma semelhança entre cristianismo e marxismo. Marx copiou sim Maomé. Um outro Profeta. E de fato tanto as nações marxistas como as maometanistas são todas nações pobres e de terceiro mundo. Cristo libertou. Marx apenas mentiu e condenou à desgraça todas as nações que seguiram suas imbecilidades. Quanto mais marxista é uma nação mais desgraçada ela fica. O Brasil é das últimas nações marxistas do mundo. Até e principalmente a Igreja Católica preferiu Marx a Cristo. Deveríamos ter feito o oposto. Infelizmente a elite governante do Brasil tem uma fidelidade canina a Marx. Enquanto tal situação perdurar a desgraça continuará a assolar o povo brasileiro."

(Dalton C. Rocha, Artigo "Cristo ou Marx?", Mídia sem Máscara, 21 de Abril de 2003)



O COMUNISMO É ANTI-DEUS

Deus não trata os desiguais de forma igual: Gál 6:7 ”Tudo que o homem plantar isso também ceifará...” . As injustiças deste mundo não serão jamais corrigidas enquanto reinar o pecado: “...maldita é a terra por causa de ti...” Gen 3:17; As injustiças deste mundo só serão abolidas por Cristo no milênio: Zac 14:9-11. Jesus declarou que os pobres sempre seriam uma realidade entre os homens: Mat 26:11. Entretanto, Deus, na Sua infinita sabedoria revelada na Bíblia, deixou princípios para os homens viverem o melhor possível, mesmo convivendo com a realidade do pecado. Esse sistema econômico, baseado na Bíblia, é o capitalismo, no qual Deus garante o direito de propriedade e estabelece princípios sociais para o homem viver com harmonia e compaixão com o seu semelhante.

Entretanto, esse satanista chamado Karl Marx, maquinou uma maneira sutil de mudar e minar esses princípios. Veja o que ele declarou depois de passar por experiências, ao que parece, com o próprio demônio:

"Os vapores infernais sobem e enchem o cérebro até que eu enloqueça e meu coração seja completamente mudado. Vê esta espada? O príncipe das trevas me vendeu. Para mim ele fere o tempo e me dá sinais. Cada vez mais abertamente eu jogo a dança da morte."

"Desejo me vingar d'Aquele que governa lá em cima."

"Assim eu perdi direito ao céu. Sei disso perfeitamente. Minha alma, outrora fiel a Deus, está destinada ao inferno."

(Richard Wurmbrand, Marx e Satã, pp. 10,13 e 15)



Veja mais essa ligação da motivação maligna e altamente religiosa de Marx:

"Meu objetivo na vida é destronar Deus e destruir o capitalismo."

Esse fracassado, que obviamente não era ateu, teve 6 filhos. Três morreram de fome na infância e 2 se suicidaram enquanto que esse VAGABUNDO, que se recusava a trabalhar, vivia de esmolas de amigos e se dedicava a resolver os problemas do mundo através dos seus contatos com os demônios... Quando essa pobre alma morreu em 1883 apenas seis pessoas foram ao seu enterro. Certamente ele não tem nada a ensinar a uma nação e aqueles que o reputam como herói, só demonstram sua teimosia fanática e devem ser rejeitados pelas pessoas de bem. (Sl. 109:8)

Karl Marx (1818-1883). Olhar tenebroso de uma pobre alma fracassada que abandonou a Deus e se entregou aos desígnios satânicos para elaborar os fundamentos do comunismo.


O COMUNISMO É ANTI-BÍBLIA


Em nenhum lugar da Bíblia se condena a propriedade privada.

O pressuposto dos 10 mandamentos e da lei Mosaica, dada pelo próprio Deus, é a propriedade. Veja Exodo 20:17 “ Não cobiçarás a casa do teu próximo...” Não devemos cobiçar algo que pertence ao próximo. O mandamento significa que eu posso desejar algo e trabalhar para conquistar de um modo honesto, mas não o cobiçar, que envolve o pensamento de inveja, e roubar, que envolve a violência para a posse, ambos conceitos pregados pelo comunismo. Deus prometeu muitas bênçãos e o direito à propriedade, quando o povo entrasse na terra prometida. Veja também em Atos 5:4 “ Não mentiste aos homens, mas a Deus...” O pecado de Ananias e Safira foi a mentira e não a posse. O comunismo é a ideologia da mentira. Ele prometeu o paraíso na terra, mas o que ele deu aos homens foi algo que lembra o inferno. Ele prometeu alcançar paz, atingindo então, a total ausência da luta de classes, mas o que deu foi a guerra e a maior carnificina da história da humanidade... Ele prometeu riqueza e satisfação, mas o que deu foi a pobreza e frustração. O comunismo é uma das maiores mentiras que já se viu. Na Bíblia, Jesus disse que o pai da mentira é o próprio Satanás (João 8:44). Faz sentido o comunismo pregar todas essas mentiras, pois é fruto da mente diabólica que usou um de seus adoradores para enganar milhões mandando-os para o inferno.

Vejamos, por outro lado, apenas alguns exemplos de homens santos de Deus que eram ricos, empreendedores e capitalistas. Não há uma só palavra do Senhor condenando isso, desde que essa riqueza seja obtida por meio de trabalho honesto, sabedoria de investimento e seja para a glória de Deus e Seu reino:

Abraão, o "pai da fé", era um homem muito rico: Gen 13:2 “E ia Abraão muito rico em gado, em prata e em ouro.”

era riquíssimo: Jó 1:3 "...este homem era maior do que todos os do oriente..." Deus mesmo o qualificou de "homem íntegro" (Jó 2:3). Depois da dura provação, Jó foi restituído em dobro do que tinha antes: "...e o Senhor acrescentou em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía." (Jó 42:10) Ainda bem que Deus não é comunista.

No Novo Testamento não se condena os ricos, mas se exorta a serem bondosos e espirituais:

"Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos; (1 Tim. 6:17)

"O rico e o pobre se encontram; a todos o Senhor os fez." (Prov. 22:2)

No Novo Testamento não se condena os patrões, mas sim os maus tratos e o desamor:

”Vós, senhores, fazei o que for de justiça e equidade a vossos servos, sabendo que também tendes um Senhor nos céus.”
(Col. 4:1)

O que faz um patrão ser bondoso, gentil e amoroso com seus empregados não é o endemoninhado do Marx nem a insanidade do comunismo truculento, mas o Espírito Santo de Deus que habita no coração do homem nascido de novo, que possui um coração amável e terno e que sabe que Deus irá cobrá-lo sobre o uso das riquezas muito mais do que irá fazê-lo com a maioria das pessoas.

Agora sabemos por que o comunismo odeia a Palavra de Deus. Os alicerces dessa filosofia são abalados mortalmente pela Bíblia, que nos revela um Deus amoroso e criador, que apresenta ao homem o Seu plano para a salvação através unicamente da pessoa gloriosa de Jesus Cristo.

Veja ainda mais o que escreveu Dalton C. Rocha sobre Marcos 7:20-23:

"Qualquer pessoa sensata e informada que leia este trecho do evangelho com as palavras de Jesus Cristo irá notar de cara a total incompatibilidade de Cristo com Marx. Cristo chamou de impuros todos os homens que pratiquem o adultério, a fraude, a devassidão, a difamação. A vida de Marx foi precisamente dedicada a praticar parte destes vícios e a pregar a prática em larga escala dos vícios restantes. Jesus taxativamente aprova o direito de propriedade. Ele diz que mancha o homem até pensar em roubar a propriedade alheia. Somente um completo mentiroso pode dizer que Marx imitou Jesus. Marx repetidas vezes exigiu o confisco de toda espécie de propriedade privada. Os tais meios de produção. Escreveu sobre isto longamente. A História do marxismo foi e é exatamente a prática em larga escala daquilo que Jesus Cristo taxativamente condenou até como pensamento. Jesus condenou até o pensamento de assassinar pessoas. Marx exigiu o extermínio de milhões de pessoas. Jesus condenou taxativamente até se pensar em roubar a propriedade alheia. Marx exigiu o roubo da propriedade alheia que ele chamou de "meios de produção". Como pode o marxismo ser parecido ou igual ao cristianismo?..."

Marx pregou o contrário de Cristo. Ele exigiu o confisco da propriedade privada pelo estado. Jesus pregou a limitação do estado enquanto Marx exigiu que ele, estado, crescesse imensamente em poder e propriedades roubadas. Marx escreve que o estado ou César do proletariado, tem que confiscar bens alheios. Marx escreve que através do estado, com todo o poder absoluto, se terá o bem dos proletários."

(Artigo "Cristo ou Marx?", Mídia sem Máscara, 21 de Abril de 2003)



RESUMO

Comunismo: Você tem 2 vaquinhas, eles matam você, pegam uma vaca para os líderes do partido e escravizam a sua família, obrigando-a a tirar o leite da outra vaca. Eles ficam com todo o leite, enquanto sua família definha de fome até a morte e eles põem a culpa no capitalismo e na religião (cristianismo), totalmente proibida e punida com a morte.

Socialismo: Você tem 2 vaquinhas, eles tomam as duas de você, obrigam a você tirar leite delas, pegam todo o leite, dão uma parte para sustentar o MVSJ, o Movimento dos Vagabundos Sem Juízo, que invade seu sítio, dizem que vão dar o leite que sobrar aos coitadinhos dos pobres, enquanto todo o país se torna igualmente medíocre, miserável, pobre e faminto, se preparando para "evoluir" para o comunismo.

Capitalismo: Você tem duas vaquinhas, você alimenta a sua família e faz o que quiser com o leite que sobrar. Se quiser, você vende o excedente e o governo não tem nada que se meter em coisas que não é da sua conta. Você vai à sua igreja e o governo não tem nada que censurar as pregações do seu pastor, muito menos se meter como devem ser retiradas as ofertas, nem se meter com o estatuto das igrejas.


CONCLUSÃO

Por incrível que pareça, ainda se encontra gente que se diz crente e é simpatizante das ideologias que envolvem socialismo e comunismo (sinônimos com capas diferentes: a diferença entre socialismo e comunismo, é que o primeiro não usa armas, pois é apenas um passo intermediário para o segundo...) Os "crentes" esquerdistas (entre aspas por que há que se duvidar dessa salvação) na verdade, são traidores do evangelho e daqueles crentes que tiveram seu sangue derramado sob os impiedosos assassinos sanguinários comunistas.

Essa insanidade se observou numa igreja totalmente impregnada com o veneno esquerdista e que foi palco de um circo patético na campanha presidencial no Brasil. Essa igreja, que de batista não aparenta ter nada, convidou um candidato esquerdista para proferir campanha em suas dependências juntamente com um dos políticos mais desmoralizados dos Estados Unidos, Jesse Jackson, que se diz "evangélico", para vergonha de milhões de americanos que conhecem a sua história cheia de imoralidades. Essa manobra astuciosa foi um sucesso, pois milhões de evangélicos brasileiros foram ludibriados pelos profanos que serviram a interesses políticos, enganando milhões de ingênuos desinformados. O espírito de deboche, a falta de juízo da liderança dessa igreja, e sua completa incompetência se traduziu também na primeira página do seu web-site na internet, onde constava até uma citação dessa mulher malígna e possuída por demônios chamada Madona! Pasmem! Toda essa maluquice é fruto da rebelião esquerdista amaldiçoada por Deus.

Apesar da contundente desgraça, impiedade, imoralidade, satanismo e insanidade dessa burra ideologia, não pensemos que a estupidez do homem parou, apesar do absoluto desastre do marxismo. O autor do comunismo, cujo espírito sussurrou nos ouvidos do satanista chamado Karl Marx, ainda usa seus ímpios fantoches modernos. Ele está furioso, sabendo que pouco tempo lhe resta. O comunismo, instrumento claro de Satanás no passado e presente, será usado também no futuro, no período que a Bíblia chama de Tribulação. Aqueles que pensam que o comunismo está acabado por causa do seu total fracasso, estão redondamente enganados. Nessa época futura, chamada de Tribulação, que ao que parece não está distante, os crentes já estarão na glória. Enquanto isso, o mundo imbecilizado pelo comunismo do anti-cristo, entrará de cabeça na mais negra página da história da humanidade! O comunismo satânico, entretanto, terá vida curta, até que de uma vez por todas, enganados e enganador, sejam “...lançados no lago de fogo...” Apoc. 19:14. Nem mesmo lá, o comunismo se realizará, pois a Bíblia é clara ao ensinar diferentes graus de punição para os perdidos. Eles todavia, uma coisa terão em comum: todos serão miseráveis atormentados para todo o sempre, separados do Salvador que negaram.

"...quando o ímpio domina, o povo geme." (Prov. 29:2)



José Pedro Monteiro de Almeida



BIBLIOGRAFIA

Cloud, David “Down with Capitalism! - Private property: What the Bible says” Way of Life Literature, O Timothy magazine, Volume 3, Issue 1, 1986, Oak Harbor, WA.

Morris, Henry “The Long War Against God” Baker Book House, 1989.

Gentil, A. “Porque não devemos apoiar a... Teologia da Libertação?”, Departamento Literário da 1ª Igreja Batista Bíblica de Curitiba, 1986.

Infante, Pr. José Jr., “10 razões por que não sou Comunista”, 6ª edição Julho 87.

Reis, Dr. Aníbal Pereira, “Teologia da Libertação”, Vols. I e II, Edições Caminho de Damasco, São Paulo-SP, 1985.

Rocha, Pr. Gerson, “O Comunismo e o Evangelho Eterno”, Editora AIMI, Primeira Edição, São Paulo-SP, 1986.

“The Modern Age - The History of the World in Christian Perspective”, Vol. II, Pensacola, A Beka Book Publications, 1981.

Wurmbrand, Richard, “Torturados por amor a Cristo”, A Voz dos Mártires 1995.

Wurmbrand, Richard, “Marx and Satan”. Weschester, Ill.: Crossway Books 1986.

Hovind, Dr. Kent, Creation Seminar, Pt. 5, 1999.

Cheng, Dr. Samuel, sermon "Jesus Christ versus Communism", Int'l Council of Christian Churches, Amsterdam, August 1962.

Breese, Dr. Dave, 7 Men who Rule the World from the Grave, Moody Press, 1990.

Halverson, Dean, The Compact Guide to World Religions, Bethany Publishing House, 1996.

E. L. Bynum, Article: 'More over Hitler and Stalin', Plains Baptist Challenger, Aug., 2000.

Flynn, Daniel J., Why the Left Hates America, Prima Publishing, 2002.

Hannity, Sean, Let Freedom Ring, Regan Books, 2002.





Ensinos Antibíblicos