Bíblia na Linguagem Hoje (Horrenda)

 

Com a devida permissão do autor, este artigo foi transcrito de um trecho (páginas 60, 61, 62, 63 e 64) do livro "NO CONTEXTO DO FIM" Copyrightã por Pr. Samuel Barreto Barbosa, primeira edição, abril 1999. Pedidos do livro podem ser feitos por telefone: (73) 211 6457 e (73) 212 5941; ou pelo correio: Caixa postal 76, CEP 456000-000, Itabuna, BA.

 

 A BLH

Neste País onde tudo se altera, aumenta, falsifica e diminui, até a Bíblia foi no meio. Pegaram a mesma em linguagem de ontem e jogaram na linguagem de hoje, acrescentando, diminuindo, entortando, adulterando texto aqui e acolá, resultando na BÍBLIA EM LINGUAGEM HORRENDA. Só sendo coisa do ANTICRISTO!! Mas é de doer a alma ver a Santa Palavra exposta à tanta vulgaridade em nome de interesses diversos, muito longe dos divinos. Se o alvo da BLH foi atrair o interesse popular, resultou traindo a inspiração divina em matéria de conteúdo celeste. Foi falando sobre isso que alguém questionou: "se há traição, quem vai detectá-la? Quem tem autoridade para dizer se este ou aquele texto foi traído?" Tais perguntas só serão respondidas quando os "traidores" comparecerem perante o tribunal divino para dar conta do que fizeram. Todavia, há uma consciência cristã formada pela presença do Espírito Santo e fundamentada na zelosa fidelidade de verdadeiros servos de Deus que, através dos séculos, impuseram ao mundo respeito e confiança na tradução das Sagradas Escrituras. Sei que isso não é suficiente para "profligar os traidores", mas nos ajuda a repudiar, com veemência, tudo de errado que estão fazendo com a Bíblia. Assim sendo, não podemos concordar com qualquer versão interpretativa que favoreça intenções de liberais, ecumênicos, católicos e protestantes modernistas que não demonstram temer o eterno juízo de Deus.

Na falta de um "Santo Ofício" capaz de julgar qualquer tradução bíblica, deve prevalecer um pouco de temor e tremor reverentes que marcaram o caráter dos primitivos tradutores, selando sua obra como suor, sangue e lágrimas, no ideal de evitar tanta vulgarização. Todos reconhecem necessárias certas modificações operadas na versão Almeida. Mas isso não justifica abusos clamorosos na versão BLH. Se há erros em Almeida, devem ser corrigidos, porém, nunca multiplicados. Confesso-me estarrecido em ler na BLH Habacuque 3:3; Isaías 41:6; Jeremias 33:3; Salmos 19:1-11; 55:22 e tantos outros, especificamente o Salmo 116:15, onde algo " precioso" é trocado por triste aos olhos de Deus. Para Almeida, a morte dos santos de Deus é preciosa à Sua vista. Para a turma da BLH, " o Deus eterno fica triste quando morre alguém do seu povo." Basta examinar a coerência da mensagem bíblica para logo descobrir que Almeida tem razão. A tristeza ou desprazer de Deus é manifestado na morte do ímpio e nunca dos seus santos, conforme Ezequiel 33:11.

Muito pior ainda é o que está escrito em Eclesiastes 11:1. Enquanto Almeida diz: "Lança o teu pão sobre as águas porque depois de muitos dias o acharás, A BLH diz: "Empregue o seu dinheiro em bons negócios e com o tempo ele aumentará." Na linguagem franca do saudoso Pr. Reis Pereira, esta é "uma sugestão nitidamente capitalista." Que o capitalismo arrase o comunismo, tudo bem. Mas exercer influência na tradução da Bíblia, isso é demais. Consultando outras versões, inclusive o meu Novo Testamento grego, nada encontrei que justificasse o gritante acréscimo de Atos 15:11: "Não pode ser assim." O que não pode ser é alterar o texto onde está escrito: "Nós cremos e somos salvos pela graça". Isso sim. Em Hebreus 10:19; Romanos 3:25; 5:9 Efésios 1:7; 2:13; Apocalipse 5:9 e outros, trocaram o SANGUE- haima – por morte – tánatos – de Cristo. Por que? Será que até o sangue de Jesus já se tornou algo fora da linguagem de hoje? Só mesmo numa HORRENDA versão isso acontece. Já em Levítico 10:9; Números 6:3; Deuteronômio 29:6; I Samuel 1:15, trocaram "BEBIDA FORTE" por "CERVEJA". Mas será isso possível? Pelas catacumbas de Roma! Nunca pensei que a "LOURINHA SUADA" fosse tão antiga assim. Mas nem toda cerveja é bebida forte e nem toda bebida forte é cerveja. Basta citar a "Malzibier" como exemplo típico.

Em Juízes 13:4,7,14; Isaías 28:7,9; 56:12; Lucas 1:15, deixaram conforme as outras traduções. Em Provérbios 20:1, omitiram "bebida forte", deixando o seguinte: "quem bebe demais, fica barulhento e caçoa dos outros." E quem bebe de menos? Como é que fica? Fica favorecendo a tão propalada "bebidinha social", é claro. Prefiro Almeida: "A bebida forte – demais ou de menos – é alvoroçadora." Em Provérbios 31:4,6 puseram "bebidas alcoólicas." Tudo bem. É melhor do que CERVEJA. Já bastam o BANHEIRO de Eudes em Juízes 3:24 e o PALETÓ – do humilde em Mateus 5:40 e Lucas 6:29. Apesar de terem deixado Eudes no BANHEIRO na edição BLH 88, tiraram o PALETÓ – do humilde – puseram TÚNICA, conforme Almeida. Arre com tanto anacronismo!! Mas seja lá o que for: banheiro, recâmara do cenáculo fresco ou quente, túnica, paletó, bebida forte, alcoólica, cerveja brahma, kaiser ou malzibier, redentor, defensor, triste ou preciosa, tudo está valendo em matéria de linguagem horrenda.

Em Gênesis 49:10 diz a BLH: "Judá vai segurar o cetro de rei e os seus descendentes sempre governarão. As nações lhe trarão presentes, os povos lhe obedecerão." Em Jó 19:25, lemos na BLH: "Pois eu sei que meu defensor vive" Não precisa conhecer hebraico para se saber que DEFENSOR não é o mesmo que REDENTOR. O Dr. Leonardo Mezner – Diretor da Missão Hebraica de Cleveland/USA e grande autoridade em hebraico – diz o seguinte sobre esses textos: "A diferença entre a BLH e o texto original é espantosa. No hebraico está: "Não partirá o cetro de Judá." Na BLH "Judá vai segurar o cetro do rei." Nesta frase foi eliminada a palavra NÃO e introduzido o verbo SEGURAR."

Sobre Jó ele diz: "A BLH não traduz fielmente o texto. A palavra hebraica GO´ALI quer dizer MEU REDENTOR e nunca MEU DEFENSOR." Então porque fazem assim? Será pelo mero prazer de mudanças? Já em Salmo 2:12, tiraram a terna expressão: "BEIJAI O FILHO," que tanta inspiração nos tem trazido em mensagens e escritos. No Salmo 45:6, a coisa tomou rumo diferente. Vejam a BLH: "O reino que Deus lhe deu durará para sempre. O rei governará seu povo com justiça." Almeida traduz: " O teu reino, ó Deus, é eterno e perpétuo; o cetro do teu reino é um cetro de equidade." Em face da contradição, valho-me do Dr. Mezner que diz o seguinte: "a versão BHL é chocante e não traduz. No texto hebraico original não existem as palavras achadas na BLH como ‘deu’, ‘durará’, e o rei governará o seu povo. Não se pode entender o que a BLH fez com este verso." Felizmente a frase "filho da perversa em rebeldia" de I Samuel 20:30 não foi traduzida em LINGUAGEM HORRENDA, como manda o figurino em termos populares. Senão, como ficaria? Jorge Amado explica! Mas ouvi de uma tal versão inglesa que o fez na expressão: "Son of a bitch." Que Deus tenha pena de nós. Mas basta ler a BLH para logo se descobrir tantos acréscimos, mudanças e omissões gritantes. Foi sentindo assim que na década de 70, o então secretário da Sociedade Bíblica do Brasil declarou no Jornal Batista de 3/3/74: concordamos que a 1ª edição tenha saído com erros e omissões. A comissão tradutora tem cerca de 2.000 modificações para aperfeiçoá-la cada vez mais, na fidelidade aos originais."

Mas a comissão tradutora declarou que a BLH "é fiel ao sentido dos textos hebraico, aramaico e grego, transmitindo o sentido exato do original e nada mais." Mesmo já tendo feito tais modificações, não consigo entender o fato de uma versão fiel ao original, prosseguir traduzindo desse jeito Eclesiastes 1:11, Atos 15:11, Salmo 116:15; Provérbios 20:1, I Samuel 1:15 e tantos outros, trocando "pão" por "dinheiro", "águas", por "negócios", "bebida forte" por "cerveja", "redentor" por "defensor", "precioso" por "triste" "alhos" por "bugalhos", chocando-se frontalmente com versões mundialmente reconhecidas como fiéis aos originais. Assim sendo, parece-me que um dos lados está trocando "fidelidade" por "infidelidade". De qualquer forma, os que "não temem o julgamento da história", devem ter cuidado como julgamento divino à luz do que está escrito em Deuteronômio 4:2 e Apocalipse 22:18-19. Recolhendo-me às minhas insignificâncias, fico clamando a Deus para que liberte Sua Santa Palavra de tanta vulgaridade própria do fim, preservando-a contra as deletérias erosões do hoje e do amanhã, sabendo que "horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo."

 

 

Transcrito sob permissão por: JPMA

 

 e-mail do autor do livro "No Contexto do Fim"





Esta é apenas uma pequena amostra de uma lista maior das centenas de perversões.

Veja também os 60 ataques heréticos dessa versão contra a doutrina do criacionismo.

Veja ainda os escândalos doutrinários do tradutor chefe da Bíblia na Linguagem de Hoje.

Veja ainda o histórico e alguns fatos da Bíblia na Linguagem de Hoje.

Veja ainda a tentativa de melhorar a BLH chamada de NTLH.





Menu de versões Bíblicas

Voltar ao menu principal